Dólar despenca e opera na mínima a R$1,9810

Os eventos de ontem e hoje aliviaram a pressão sobre o dólar, que opera na cotação mínima do dia, de R$ 1,9810, com queda de 0,45% em relação ao fechamento de ontem. O Banco Central havia anunciado que reduziria as compras da moeda previstas para esse ano, de US$ 3 bilhões para US$ 1,2 bilhões, o que já provocava uma tendência de queda.Hoje, o sucesso do leilão de títulos cambiais promovido pelo Tesouro contribuiu para a menor procura de divisas. Os papéis, com prazo de cinco anos, foram vendidos à taxa de 10,87% ao ano. Além disso, foi antecipado o leilão de licitação da banda D de telefonia celular do Serviço Móvel Pessoal (SMP). O preço mínimo total das três licitações oferecidas totaliza RE$ 2,19 bilhões, o que traz a perspectiva de forte entrada de dólares, caso vençam grupos estrangeiros.Todos esses fatores contribuíram para a queda das cotações, que vinham subindo desde o dia 30 de janeiro e ultrapassaram a marca de R$ 2,00 na segunda-feira. Veja a cotação de fechamento dos mercados no site www.estadao.com.br após as 18:00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.