Dólar dispara; bolsa despenca; mercado especula com pesquisa

O dólar comercial disparou por às 16h00 simultaneamente à forte queda dos títulos da dívida brasileira no mercado internacional. Operadores consultados pela Agência Estado disseram que o fechamento de uma operação de hedge por uma empresa estimada em US$ 400 milhões enxugou a liquidez do mercado e está pressionando o dólar. Há também fortes rumores no mercado interno e externo de que uma das pesquisas eleitorais, que estão para sair nestes dias, aponta o candidato tucano à presidência, José Serra, atrás do pré-candidato do PSB, Anthony Garotinho. O mercado já vem cogitando esta hipótese há alguns dias mas hoje, com a proximidade do fim de semana, as especulações estão mais fortes. O dólar comercial está subindo 1,44%, cotado a R$ 2,4730. O C-Bond estava nesta tarde em queda de 1,50%, cotado a 75 centavos de dólar, segundo a López León. A Bovespa também reage negativamente às especulações sobre o resultado de pesquisa e está despencando 3,61%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.