Dólar e concorrência desvalorizam trigo

Entre as diversas matérias-primas que recuaram ontem, principalmente por causa da valorização do dólar (que encarece o investimento em commodities nos EUA), o trigo foi a mais afetada. Apesar da insegurança com relação à produção, já há grandes estoques do cereal ao redor do mundo e a cotação nos EUA chegou a um nível alto demais, pouco competitivo no mercado externo. Com vendas maciças realizadas por fundos, o trigo futuro teve sua maior queda em três semanas e se desvalorizou 4,01% em Chicago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.