Dólar e entressafra aumentam preços nos supermercados

O período da entressafra e o aumento do dólar foram os responsáveis pelo aumento de preços nos supermercados em agosto. Em média, as carnes bovinas tiveram alta de 4,57% e o frango de 8,49% no mês passado em relação ao anterior. O leite subiu 2,15%, o feijão, 6,08%, o óleo de soja, 10,85% e o pãozinho, 15,51%. Todas as variações resultam da sazonalidade da produção agropecuária e das oscilações da taxa de câmbio, que subiu 35% só em 2002.O aumento médio de preços foi de 1,22%, de acordo com levantamento da Associação Paulista de Supermercados (Apas), em parceria com a Fipe. O IPC da instituição no mesmo período variou 1,01%. Em julho, o Índice de Preços de Supermercados (IPS) já tinha subido 0,80% e, em agosto de 2001, 0,43%. Desta forma, no ano o setor registra aumento de preços de 2,76% e, nos últimos 12 meses, 4,28%.Também em razão da sazonalidade, alguns produtos registraram recuo de preços, contribuindo para evitar uma elevação maior do índice. É o caso das frutas, que tiveram taxas negativas de 2,88%, assim como os legumes (- 2,92%), os tubérculos (- 6,97%) e as verduras ( - 5,26%). Desde o início do Plano Real, na área dos supermercados, os produtos que mais subiram foram as bebidas (50,40%) e os artigos de limpeza (61,18%). O IPC neste período acumula alta de 93,13% e o IPS, de 34,15%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.