Dólar e juros futuros em alta após leilão de títulos

A aprovação da reforma da previdência não está sendo suficiente para segurar a cotação do dólar, nem a dos juros futuros. Na abertura dos negócios à tarde, o dólar comercial atingiu a máxima do dia, de R$ 3,050 (+0,93%). No mercado futuro de juros da BM&F, os contratos de DI para abril de 2004 subiram para 22,28% ao ano. Segundo investidores, as altas são causadas pela rolagem de apenas US$ 150,4 milhões ou 11,3% do vencimento de US$ 1,3 bilhão em títulos e contratos indexados ao câmbio no próximo dia 14.O mercado também acompanha com cautela o confronto dos servidores públicos com policiais e seguranças no Congresso, além da reunião agora à tarde do ministro da Casa Civil, José Dirceu, com os líderes da base aliada para discutir os destaques à proposta de reforma da Previdência. O mercado aguarda o anúncio hoje pelo Banco Central de outro leilão de rolagem para amanhã e a votação dos destaques no plenário da Câmara ainda hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.