Dólar em alta com incerteza sobre inflação e cenário externo

O dólar comercial iniciou o dia em alta cotado a R$ 2,9180 na ponta de venda dos negócios. Às 10h43, chegava à máxima do dia, em R$ 2,9240 com alta de 0,83% em relação às últimas operações de ontem. Às 11h22, a moeda norte-americana está em alta de 0,45%, vendida a R$ 2,9130. Clique aqui para acompanhar a cotação do dólar. O mercado de câmbio, que já abriu marcado pelo pessimismo criado pela inflação do atacado e a conseqüente estimativa de que o crescimento econômico deve gerar frustração em 2004, piorou ainda mais seu comportamento devido ao cenário internacional. Lá fora, o destaque são os atentados terroristas em Madri que, como ainda não tiveram autoria reivindicada, estão dando margens a especulações. A dúvida sobre se as bombas foram detonadas pelo grupo separatista Basco ETA, ou se seriam de autoria de grupos radicais islâmicos está alimentando tensões. O temor maior dos investidores do mercado é de que as explosões de Madri estejam ligadas às guerras do Afeganistão e do Iraque e que voltem a assombrar os EUA, que, assim como a Espanha, estão em fase pré-eleitoral. Vale ressaltar que o braço político do ETA, o partido Batasuna, nega que a autoria dos atentados (13 explosões ao todo) seja do ETA. Leia mais Ministro acusa ETA por atentados que mataram 173 em Madri Contagem de mortos já chega a 172 em Madri Número de mortos nos atentados em Madri chega a 131 Atentados matam pelo menos 62 nos trens de Madri Explosões no trem de Madri deixam pelo menos 5 feridos

Agencia Estado,

11 Março 2004 | 11h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.