Dólar fecha cotado a R$ 2,25 em dia instável

Elevação dos juros pelo Copom pressionou queda na cotação, mas fatores externos provocaram volatilidade

Fabrício Castro, da Agência Estado,

11 de julho de 2013 | 17h17

SÃO PAULO - Numa sessão bastante volátil e com estímulos divergentes vindos do Brasil e do exterior, o dólar à vista negociado no mercado de balcão fechou em baixa de 0,53% em relação ao real, cotado a R$ 2,2580.

Durante o dia, enquanto a alta da taxa básica de juros (Selic) para 8,50% ao ano, anunciada ontem pelo Banco Central, sugeria um viés de queda para a moeda americana no Brasil, o dólar registrava ganhos

no exterior ante algumas divisas com elevada correlação com commodities, como o dólar australiano.

Completavam o cenário a baixa liquidez e as preocupações com a economia brasileira.

 

Na cotação mínima desta quinta-feira, 11, o dólar atingiu R$ 2,25 na abertura, com queda de 0,88%. Na cotação máxima, às 14h40, marcou R$ 2,2730, com valorização de 0,13%.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarcâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.