Dólar fecha em alta de 2,15% e Bolsa continua em queda

O dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 3,1420 na ponta de venda das operações, em alta de 2,15% em relação às últimas operações de ontem. A moeda norte-americana iniciou o dia no patamar de R$ 3,0820 e oscilou entre a máxima de R$ 3,1500 e a mínima de R$ 3,0730. Com o resultado de hoje, o dólar registra alta de 7,16% no mês de maio e acumula alta de 8,23% no ano.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que chegou a cair abaixo dos 18 mil pontos hoje, está em queda de 0,65%, às 16h37, em 18.419 pontos. O volume de negócios está perto de R$ 1 bilhão. Entre as ações que compõem o Ibovespa ? índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa ? a maior baixa é das preferenciais (PN, sem direito a voto) da Embratel Participações, em queda de 5,97%.O risco Brasil ? taxa que mede a desconfiança do investidor estrangeiro na capacidade de pagamento da dívida do país ? está em 769 pontos base. Quanto maior esta taxa, maior é o risco na visão dos investidores e maior o prêmio exigido para a negociação com títulos da dívida brasileira. Neste patamar, o prêmio exigido é de 7,69 pontos porcentuais acima das taxas pagas pelos títulos da dívida norte-americana, considerados sem risco. Às 16h43, o C-bond ? principal título da dívida brasileira negociado no exterior ? está em 87,687 centavos por dólar. Ontem encerrou o dia em 88,625 centavos por dólar. Veja mais informações sobre o dia no mercado financeiro nos links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.