Dólar fecha em alta depois de quatro quedas consecutivas

Após quatro quedas consecutivas, o dólar comercial fechou em alta. Nesta quinta-feira, a moeda norte-americana encerrou o dia no patamar máximo, vendida a R$ 2,1930, em alta de 0,73%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava em baixa de 2,26% às 17h05. Nos Estados Unidos, as bolsas recuaram. O índice Dow Jones - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em queda de 0,75% e a Nasdaq - bolsa que negocia ações do setor de tecnologia e Internet - caiu 1,98%.Os mercados mundiais corrigiram parte da euforia apresentada ontem com o depoimento do presidente do Fed (banco central dos estados Unidos), Ben Bernanke. Os investidores aproveitaram para realizar lucros (vender ativos para receber o ganho obtido ontem) e corrigir os exageros da véspera.Bernanke voltou a falar hoje no Congresso norte-americano, repetindo o discurso "benigno" e acrescentando que vê "certa redução na demanda por petróleo". No período da tarde, os investidores se voltaram para a ata da última reunião do Fed. O documento mostrou que todos os participantes da última reunião do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve norte-americano (Fomc) mostraram preocupação com a alta da inflação, mas a maioria disse esperar que ela se reduza.Na reunião, realizada em 28 e 29 de junho, o banco central norte-americano decidiu por unanimidade elevar a taxa dos juros do país em 0,25 pontos porcentuais, para 5,25% ao ano. A ata indica, porém, que muitos integrantes do comitê mostraram "incerteza significativa" sobre o futuro da política monetária e que um participante via o aperto que seria adotado naquela reunião como "uma decisão difícil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.