Dólar fecha em alta pelo segundo dia consecutivo

O dólar fechou em alta nesta sexta-feira, acompanhando a realização de lucros na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - venda de ações para apurar os ganhos obtidos nos últimos dias -, com mais uma atuação do Banco Central. A moeda norte-americana subiu 0,34%, e fechou vendida a R$ 2,0900. Apesar da alta nesta sexta, na semana, o dólar registrou queda de 0,10%. A fraqueza no mercado externo, afetado pela subida do petróleo e pela questão nuclear iraniana, e a realização de lucros na Bovespa levaram os investidores a aproveitar o momento para ajustes no mercado de câmbio. Às 16h26, a Bovespa registrava queda de 1,06%. Em Wall Street, o índice Dow Jones - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - caía 0,31%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações do setor de tecnologia e Internet - perdia 0,41%. Perto do fim dos negócios, o leilão de compra do BC no mercado à vista impulsionou a alta, levando o dólar à máxima de R$ 2,0930. Segundo operadores, a autoridade monetária aceitou mais de 10 propostas, com corte a R$ 2,0900. Os leilões, realizados freqüentemente desde setembro, são os principais responsáveis pelo recorde nas reservas internacionais, que na quinta-feira atingiram US$ 98,2 bilhões e devem chegar a US$ 100 bilhões nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.