Dólar fecha em queda, apesar da atuação do BC

Apesar da atuação do Banco Central, o dólar voltou a fechar em queda nesta terça-feira. No balcão (entre investidores), encerrou o dia cotado a R$ 2,1930, em baixa de 0,54%. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) fechou pelo terceiro dia útil seguido em queda, cotado a R$ 2,1930, baixa de 0,49%.Hoje o Banco Central comprou dólares no mercado à vista pela taxa de R$ 2,1985. No total, foram apresentadas 18 propostas, entre R$ 2,1975 e R$ 2,2000. O BC aceitou somente 11 delas. Após a divulgação do resultado do leilão, o mercado cotava a moeda norte-americana a R$ 2,1980 na BM&F (em queda de -0,26%) e a R$ 2,20 (-0,23%) no balcão.No mercado de juros futuros da BM&F, o contrato de juros pós-fixados (DI) com vencimento em janeiro de 2008, um dos mais negociados, encerrou a sessão com taxa de 14,80% ante 14,81% ao ano ontem.Amanhã, após o encerramento dos negócios, o Comitê de Política Monetária (Copom) divulgará sua reavaliação sobre a Selic, a taxa básica de juros da economia, atualmente em 15,25% ao ano. A expectativa é por um corte de 0,5 ponto porcentual, o que levaria o juros para 14,75% ao ano.PetróleoOs contratos futuros de petróleo despencaram abaixo de US$ 74,00 o barril na New York Mercantile Exchange (Nymex), seguindo as perdas de outras commodities como ouro e cobre, revertendo os ganhos iniciais obtidos sobre os sinais de combates prolongados no Oriente Médio. Segundo analistas, a queda do preço do petróleo - o segundo fechamento negativo consecutivo - foi em grande parte resultado de uma correção técnica, depois da forte alta apresentada nas últimas semanas. Eles disseram também que o recuo dos preços do petróleo não foi provocado por qualquer desenvolvimento bearish (de baixa dos preços), com o conflito no Oriente Médio e os dados de forte crescimento econômico da China dando suporte aos preços no início do dia. Na Nymex, os contratos de petróleo para agosto fecharam a US$ 73,54 o barril, queda de US$ 1,76 (2,34%). A mínima foi de US$ 73,75 e a máxima de US$ 76,55. Em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para setembro fecharam a US$ 74,36 o barril, queda de US$ 1,56. A mínima foi de US$ 74,30 e a máxima de US$ 77,29.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.