Dólar fecha em queda de 2,04% e Bolsa acelera alta para 5,54%

O dólar comercial encerrou o dia em queda de 2,04% em relação às últimas operações de ontem, cotado a R$ 3,0760 na ponta de venda dos negócios. A moda norte-americana iniciou o dia no patamar de R$ 3,1310 e oscilou entre a máxima de R$ 3,1360 e a mínima de 3,0720. Apesar da queda de hoje, o dólar ainda mantém apreciação frente ao real no mês de maio. A alta acumulada é de 4,91%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também recuperou parte da perda registrada ontem. Às 16h49, a Bolsa estava no patamar máximo do dia, em 18.578 pontos, apontando alta de 5,54%. Ontem a Bovespa encerrou o dia em 17.604 pontos. A maior alta da Bolsa neste horário é das ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da Bradespar. A valorização é de 11,54%. O volume de negócios NA Bovespa está acima de R$ 1,2 bilhão.O risco Brasil ? taxa que mede a desconfiança do investidor estrangeiro na capacidade de pagamento da dívida do País ? está no menor nível desta terça-feira, em 752 pontos base. Ontem, esta taxa encerrou o dia em 808 pontos base. Quanto maior esta taxa, maior a desconfiança do investidor e maior é o prêmio exigido para a negociação com títulos da dívida brasileira. A taxa em 752 pontos base significa que o prêmio dos papéis da dívida do Brasil é 7,52 pontos porcentuais acima dos juros dos títulos norte-americanos, considerados sem risco.Mercados internacionaisNos Estados Unidos, o índice Dow Jones ? que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York ? está em alta de 0,33% no final da tarde e a Nasdaq ? bolsa que negocia ações de tecnologia e Internet ? está em alta de 1,87%. As bolsa européias fecharam em alta (veja mais informações no link abaixo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.