Dólar fecha em queda e Bovespa sobe mais de 4%

Mais um dia de oscilação no mercado financeiro. O dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 2,1170, em baixa de 0,84% em relação aos últimos negócios de ontem. Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o dia foi de alta. Às 16h45, o principal índice de ações da Bolsa opera com alta de mais de 4%. Nos mercados internacionais, as bolsas também tiveram um dia de recuperação.Não há um fator que explique a recuperação dos ativos. O fato é que os investidores buscam um patamar de equilíbrio diante das incertezas em relação às economias dos Estados Unidos e China. Nenhum analista arrisca em que ponto as ações vão se estabilizar. A única certeza que se tem é que, até lá, as oscilações vão persistir nos mercados.Na Ásia, as bolsas também tiveram um dia de alta. O índice Xangai Composto, da Bolsa da China, subiu 2%, puxado pelos ganhos do setor bancário e o mesmo motivo levou a Bolsa de Hong Kong a subir 2,1%. Tóquio ganhou 1,2%, depois de seis pregões de baixa.O movimento chegou à Europa e as ações fecharam em alta após cinco sessões de quedas consecutivas. Na bolsa de Londres, a alta foi de 1,32%. Na bolsa de Paris, as ações subiram 0,97%. Em Frankfurt, a alta foi de 0,92%. Madri subiu 0,56% e em Lisboa a alta foi de 1,05%.Nos Estados Unidos, o ex-presidente do banco central (Fed), Alan Greenspan, voltou a advertir sobre "um terço de probabilidade" de recessão nos EUA este ano. O mercado de ações ignorou e as bolsas operam em alta. O índice Dow Jones - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - está em alta de 1,20% e a Nasdaq - bolsa que negocia ações do setor de tecnologia e internet - sobe 1,84%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.