carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Dólar fecha em queda pela terceira sessão consecutiva

O dólar fechou em queda pelo terceiradia consecutivo nesta quarta-feira, em mais um dia de otimismonas principais bolsas globais, à medida que investidorescontinuam avaliando a real dimensão da crise mundial. A moeda norte-americana caiu 0,34 por cento, a 1,744 real.Nesta semana a divisa estrangeira já acumula queda de 1,47 porcento. O mercado cambial teve seus primeiros negócios aindadigerindo os números do Índice de Preços ao Consumidor Amplo(IPCA), que mostraram uma desaceleração da inflação domésticaem janeiro. "Aparentemente, como a gente (o Brasil) fez lição de casanos últimos quatro ou cinco anos, a gente está passando até quebem pela crise", disse Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio daTreviso Corretora de Câmbio. Segundo o gerente, os números da inflação mostram queprovavelmente a pressão inflacionária anunciada no início doano era apenas sazonal, o que dá espaço para o Banco Centralatuar de forma mais tranquila no mercado aberto. Mas o bom humor dos mercados internos só foi consolidadocom a melhora do cenário internacional, que veio após adivulgação de dados acima do esperado das vendas do varejo nosEstados Unidos. Para Galhardo, as notícias que estão saindo mostram aoinvestidor "que nem tudo está perdido, e que a situação não étão feia quanto pintaram". Mas ele ressaltou que "cautela nuncaé demais. A crise ainda está aí". Durante a sessão, o Banco Central realizou um leilão decompra de dólares no mercado à vista. A autoridade monetáriadefiniu a taxa de corte a 1,7449 reais, e aceitou, segundooperadores, uma proposta.

FABIO GEHRKE, REUTERS

13 de fevereiro de 2008 | 16h22

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.