Dólar fecha em queda pelo 3o dia, a R$2,276

O dólar fechou em queda frente ao real pela terceira sessão consecutiva nesta quarta-feira, acompanhando a recuperação dos mercados acionários globais. Em mais um dia volátil, a divisa norte-americana fechou cotada a 2,276 reais, em queda de 2,15 por cento, após ter chegado a subir mais de 1 por cento. Segundo Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da Treviso Corretora, o movimento do câmbio esteve novamente atrelado ao mercado internacional. "O mercado (brasileiro) responde muito rápido àquilo que é feito (no exterior)", afirmou . Perto do fechamento do mercado de câmbio, os mercados acionários no Brasil e nos Estados Unidos consolidavam uma alta, após a forte volatilidade exibida ao longo da sessão. O principal índice da Bovespa subia perto de 5 por cento. "Os mercados estão voláteis por causa (da variedade) de notícias que estão saindo... A divulgação de novos dados traz ansiedade e expectativas (entre os investidores)", avaliou Tarcísio Rodrigues, diretor de câmbio do banco Paulista. Como influência positiva nos mercados, Rodrigues citou o pacote de estímulo econômico anunciado nos EUA na véspera e o defendido pela Comissão Européia nesta sessão. Como contrapartida, o diretor de câmbio mencionou os dados pessimistas sobre consumo e atividade econômica nos Estados Unidos. Agentes de mercado também citaram a proximidade da definição da Ptax (taxa média em dólar) do encerramento do mês como fator que deve contribuir para a volatilidade no mercado de câmbio nesta semana. A taxa serve como referência para a liquidação de contratos futuros e outros derivativos. O Banco Central realizou mais dois leilões de swap cambial tradicional --sendo um para dar continuidade à rolagem de um lote de contratos que vence no início de dezembro--, colocando no total cerca de 1 bilhão de dólares no mercado. A autoridade monetária também divulgou que o fluxo cambial do país estava negativo em 2,6 bilhões de dólares em novembro até o dia 21.

JENIFER CORRÊA, REUTERS

26 de novembro de 2008 | 17h20

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.