Dólar forte favorece receita da JBS, diz CEO

O dólar mais forte ante outras moedas no mundo tem favorecido a JBS, maior produtora global de carnes, uma vez que cerca de 80 por cento da receita da companhia é na moeda norte-americana e, quando os valores são convertidos para real, há ganhos para a empresa, disse nesta quinta-feira o presidente-executivo Wesley Batista.

REUTERS

13 de novembro de 2014 | 11h56

Segundo ele, o real desvalorizado também favorece a competitividade das exportações da unidade brasileira da JBS.

(Por Roberto Samora; Texto de Gustavo Bonato; Edição de Marcela Ayres)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCARNESJBSDOLAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.