Dólar fraco e queda em estoques nos EUA fazem petróleo subir

Os preços dos contratos futuros depetróleo negociados nos Estados Unidos fecharam acima de 83dólares nesta quinta-feira, após uma inesperada queda nosestoques da commodity ter aumentado preocupações sobreabastecimento no inverno no Hemisfério Norte, quando se consomemuito combustível. Na Nymex, o contrato novembro subiu 1,78 dólar e fechoucotado a 83,08 dólares por barril, tendo sido negociado entre81,25 e 83,67 dólares, perto da máxima histórica de 83,90dólares registrada em 20 de setembro. O petróleo tipo Brent negociado Londres teve alta de 1,55dólar, para 80,15 dólares. Alguns analistas citaram o enfraquecimento do dólar comooutro motivo para a alta do petróleo e de derivados. "A queda do dólar é um importante motivo para esta alta dopetróleo e de destilados", disse Andy Lebow, corretor da MFGlobal em Nova York, notando que a moeda dos EUA mais fracaestava levando investidores a buscarem commodities. "A inesperada queda nos estoques de petróleo e a quedamaior do que esperada em derivados não são incomuns nesta épocado ano, mas as pessoas podem estar pensando no aperto doabastecimento...", acrescentou. Os estoques de petróleo bruto caíram em 1,7 milhão debarris, para 320,1 milhões, na semana terminada em 5 deoutubro, informou a Administração de Informação Energética(EIA, na sigla em inglês). A previsão era de um aumento de 900mil barris, segundo pesquisa da Reuters. Os estoques de destilados caíram em 600 mil barris, mais doque os 400 mil previstos, para 135 milhões de barris. Reservasde gasolina, entretanto, subiram 1,7 milhão de barris, para 193milhões.

REUTERS

11 de outubro de 2007 | 17h54

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.