Dólar, juros e risco Brasil caem; bolsa sobe

A provável aprovação na Câmara do artigo 192, que regula o sistema financeiro, o sumiço do presidente iraquiano Saddam Hussein e as indicações de aproximação das tropas anglo-americanas de Bagdá deixaram o mercado financeiro brasileiro eufórico nesta quarta-feira.O dólar comercial fechou pelo quarto dia útil consecutivo em queda. Hoje, a moeda recuou 1,54% e fechou na menor cotação desde 14 de janeiro, a R$ 3,262. As taxas de juro também caíram. Na BM&F, os contratos para julho, os mais negociados, encerraram a 26,37%, contra 26,60% na terça-feira. A bolsa de São Paulo teve alta de 2,42%. O risco-Brasil continuou abaixo dos mil pontos, em 968 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.