Dólar opera em alta com investidores atentos ao petróleo e Copom

O dólar comercial iniciou o dia em alta, cotado a R$ 3,1300. Às 10h40, a moeda norte-americana é vendida a R$ 3,1400, em alta de 0,48% em relação aos últimos negócios de ontem. Até este horário, o dólar oscilou entre a máxima de R$ 3,1390 e a mínima de R$ 3,1260. Dois acontecimentos internos são destaque hoje para o mercado de câmbio. O primeiro é técnico e tende a ter maior peso: a formação da ptax (taxa de câmbio média durante o dia) que será usada na liquidação de boa parte do vencimento de operações cambiais amanhã.O segundo foco de atenções do mercado é o resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que reavalia hoje a Selic, a taxa básica de juros da economia, que está em 16% ao ano. A importância da decisão sobre a taxa Selic, este mês, está menor porque o mercado fechou consenso em torno da estabilidade do juro (veja mais informações no link abaixo).Se o restante do noticiário não tiver peso para alterar a influência desses dois fatores, a cotação do dólar tende a subir nesta manhã. Até porque, além dos interesses em torno de uma ptax alta e da expectativa de que a política monetária continuará cautelosa, devem pesar para uma valorização inicial do dólar os ajustes à queda forte de ontem (1,42%).Cenário externoNo cenário externo, a preocupação é com o comportamento do preço do petróleo, que registra leve alta na manhã desta quarta-feira. Às 9h47 (horário de Brasília), o contrato de petróleo cru com vencimento em julho subia US$ 0,23 (alta de 0,62%) para US$ 37,42 o barril no pregão eletrônico da Nymex (New York Mercantile Exchange). O contrato de agosto do brent era negociado em alta de US$ 0,20 (0,57%), para US$ 35,23 o barril.

Agencia Estado,

16 de junho de 2004 | 10h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.