Dólar opera em alta e títulos brasileiros sobem

O dólar comercial iniciou o dia em alta, movimento que se mantém durante toda a manhã. Às 11h17, a moeda norte-americana é vendida a R$ 2,9310, em alta de 0,10% em relação às últimas operações de ontem. A cotação máxima até este horário foi de R$ 2,9450 e a mínima, R$ 2,9290. O mercado internacional de papéis da dívida brasileira acompanha o movimento dos títulos norte-americanos. Apesar da expectativa de elevação dos juros nos Estados Unidos, os papéis norte-americanos pagam hoje juros menores em relação ao fechamento de ontem. No início da manhã, números sobre o mercado de trabalho e inflação nos Estados Unidos foram divulgados e os títulos do país sofreram um pequeno ajuste. A inflação saiu dentro do esperado pelos analistas, mas os pedidos de auxílio desemprego caíram com menor intensidade em relação ao que se esperava, apontando um recuperação econômica mais moderada, o que contribui para um processo mais lento de alta dos juros no país. De qualquer forma, as declarações do presidente do banco central dos Estados Unidos (Fed) ontem e na terça-feira não deixaram dúvida: os juros nos Estados Unidos, que estão em 1% ao ano, vão subir.O C-Bond, principal título da dívida brasileira negociado no exterior, está em 93,750 centavos por dólar ? cotação máxima do dia. O risco Brasil ? taxa que mede a confiança do investidor estrangeiro na capacidade de pagamento da dívida do país ? está no patamar mínimo do dia, em 612 pontos base, refletindo a valorização dos títulos brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.