Dólar opera em queda desde a abertura dos negócios

O dólar comercial iniciou o dia cotado a R$ 3,0360 na ponta de venda dos negócios, em baixa de 0,13% em relação às últimas operações de ontem. Este foi o patamar máximo alcançado pela moeda norte-americana. Às 10h32, a moeda norte-americana está no patamar mínimo do dia e é vendida a R$ 3,0330, em queda de 0,23% em relação às últimas operações de ontem. Hoje o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) decide a nova taxa de juros no país e, enquanto o resultado não for anunciado, às 15h15, os investidores vão operar em compasso de espera. A cautela dos investidores é menos em relação à nova taxa de juros norte-americana e mais provocada pela apreensão em torno do comunicado sobre a reunião do Federal Reserve.Isso porque os analistas fecharam consenso na aposta de que o juro norte-americano será elevado em 0,25 ponto porcentual hoje. Para setembro, no entanto, as opiniões se dividem. Muitos defendem que o juro fique estável, baseados nos últimos dados da atividade econômica norte-americana, que ficaram aquém das expectativas. O comunicado é que pode dar pistas sobre quem está certo.O mercado de petróleo segue nervoso perante as dúvidas sobre a relação entre quantidades ofertadas e demanda. O cenário de incerteza é alimentado diariamente por conflitos nas áreas de produção do produto e pelos problemas que envolvem uma das maiores empresas, a petrolífera russa Yukos.Reflexos no BrasilMudanças nas taxas dos títulos americanos, costumam atingir diretamente os papéis da dívida de emergentes. Quanto os títulos dos Estados Unidos pagam juros mais altos, o investidor fica mais atraído por estes papéis. A tendência, portanto, é que as taxas dos títulos de países emergentes também fique maior, para que o investidor continue atraído por estes ativos.Para o Brasil, isso encarece a captação de recursos por parte de empresas e tende a reduzir o fluxo de dólares para o País, contribuindo para a depreciação do real frente ao dólar. Grande parte da expectativa de alta dos juros norte-americanos já está no preço dos ativos, o que faz com que a cotação do dólar nào seja tào afetada nesta terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.