Dólar resiste em R$ 3 e sobe 0,40%

O dólar comercial chegou a cair abaixo de R$ 3 (R$ 2,981 pela manhã), mas acabou o dia em ligeira alta de 0,40%, cotado R$ 3,012. Segundo analistas, pesaram na alta as declarações do chefe da assessoria econômica do Ministério do Planejamento, José Carlos Miranda, sugerindo um piso de R$ 3,05, e os resultados das contas externas.Miranda disse que o Banco Central atualmente não está fazendo muitas intervenções no mercado de câmbio porque é preciso "dissolver a bolha inflacionária" provocada pela depreciação do real desde o segundo semestre. Segundo ele, "o desejável é ter um dólar a R$ 3,05 em vez de uma flutuação exagerada", citando esse valor apenas como um exemplo e não como um patamar pretendido pelo governo.Quanto às contas externas, teriam desagradado a estimativa de déficit em conta corrente de US$ 500 milhões em abril e o baixo volume de investimentos diretos em março, de US$ 284 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.