Dólar se recupera diante do euro, mas cai frente a outras moedas

Moeda norte-americana sobe diante do euro com ajuda das preocupações com os bancos italianos, que foram prejudicados por um alerta feito ontem pela Moody's

Danielle Chaves, da Agência Estado,

24 de junho de 2011 | 10h20

O dólar se recuperou das perdas registradas no começo do dia diante do euro com ajuda das preocupações com os bancos italianos, que foram prejudicados por um alerta feito ontem pela Moody's. A moeda norte-americana havia caído mais cedo, depois do dado forte sobre a confiança do consumidor da Alemanha, que fez o euro superar US$ 1,43.

A Moody's colocou os ratings de 16 bancos italianos em revisão para possível rebaixamento, o que aumentou a pressão sobre o euro, que já vem sofrendo com a crise da Grécia. "Ainda há muitas incertezas porque os novos planos para a Grécia surgem junto com condições adicionais, incluindo mais 5 bilhões de euros em cortes fiscais extras que serão de difícil aprovação pelo Parlamento", comentou Hans Redeker, diretor de estratégia cambial do Morgan Stanley.

Apesar de subir diante do euro, porém, o dólar cai frente a outras moedas fortes. Operadores afirmaram que os baixos volumes de negócios hoje e a retirada de ordens de stop-loss amplificaram as perdas do dólar. No começo da manhã, o dólar australiano chegou a encostar nos US$ 1,06.

Às 9h20 (de Brasília), o euro caía para US$ 1,4220, de US$ 1,4257 no fim da tarde de ontem, e para 114,05 ienes, de 114,78 ienes. O dólar recuava para 80,19 ienes, de 80,50 ienes ontem, e declinava para 0,8366 franco suíço, de 0,8388 franco suíço, enquanto a libra operava quase estável a US$ 1,6002, de US$ 1,6000 ontem. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
eurodólarcâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.