Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Dólar segue calmaria nos EUA e cai 1,12% antes de feriado

Moeda norte-americana acompanhou a alta das bolsas em Nova York

Reuters,

06 de setembro de 2007 | 16h47

O dólar fechou em queda de 1,12% nesta quinta-feira, cotado a R$ 1,9460 na ponta de venda das operações, acompanhando a alta das bolsas de valores em Nova York em uma sessão tranquila às vésperas do feriado da Independência. Na semana, o dólar teve queda de 0,87%.Após um começo tímido de pregão, as bolsas de valores dos Estados Unidos ganharam impulso com dados melhores que o esperado sobre o mercado de trabalho e o setor de serviços, abrindo espaço para a queda do dólar no Brasil."O grande termômetro do mercado tem sido as bolsas (norte-americanas)... Todo comportamento das bolsas se reflete diretamente no comportamento da moeda", disse Carlos Alberto Postigo, operador de câmbio da corretora Action.O mercado de câmbio, porém, não mostrou muita força para encerrar a semana atípica, que começou com volume muito reduzido na segunda-feira devido ao feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos e termina na sexta-feira com a comemoração do Dia da Independência no Brasil.De acordo com Júlio César Vogeler, operador de câmbio da corretora Didier Levy, "vai sair um número (nos Estados Unidos) amanhã que é importante, mas é feriado e vamos ter que acompanhar isso de longe... Por conta disso muitos bancos não vão ficar expostos em termos de posição".O relatório sobre a criação de postos de trabalho nos Estados Unidos, divulgado pelo Departamento de Trabalho, é considerado um dos indicadores mais importantes para a reunião do próximo dia 18 do Federal Reserve sobre o juro norte-americano.Postigo afirmou também que o mercado continua dominado pela cautela após semanas de turbulência no cenário internacional, o que contribuiu para a movimentação tímida no país."Eles não querem trabalhar em médio ou longo prazo. Embora tenha dado uma pausa, não se sabe ainda profundamente como é essa crise. E o mercado como um todo está de certa forma calejado, muita gente perdeu dinheiro", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Mercado cambial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.