Dólar sobe mais nos países com desempenho externo menos forte, diz Meirelles

Ex-presidente do Banco Central disse ainda que na média o real tem mostrado uma tendência de depreciação, o que deve favorecer as exportações de manufaturados.

Beatriz Bulla, da Agência Estado,

28 de agosto de 2013 | 11h25

SÃO PAULO - O ex-presidente do Banco Central e presidente do Conselho Consultivo da J&F, Henrique Meirelles, afirmou há pouco que o dólar está subindo ante grande parte das moedas emergentes, particularmente entre aqueles que têm tido "um desempenho externo um pouco menos forte". Em evento na capital paulista nesta manhã, Meirelles disse ainda que na média o real tem mostrado uma tendência de depreciação, o que deve favorecer as exportações de manufaturados.

O ex-presidente do BC ressaltou, no entanto, que hoje existe uma preocupação maior com o Brasil por parte dos investidores internacionais. Ele mencionou também que o País vive um processo de ajuste e que o câmbio existe para se ajustar a desequilíbrios.

Em sua palestra, Meirelles mencionou o cenário internacional, com recuperação das economias dos Estados Unidos e da Europa, e comentou ainda que o Brasil enfrenta custos elevados, por conta do aumento do custo da mão de obra.

Apesar de mencionar os desafios que o País enfrenta, Meirelles avalia que o País está "equilibrado", com uma perspectiva favorável de investimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.