Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Dólar sobe por ajuste após quatro dias de baixa

O dólar encerrou em alta de 0,44 por cento nesta terça-feira, a 2,068 reais, por um movimento de correção técnica às baixas registradas nas últimas sessões.

REUTERS

12 de maio de 2009 | 17h36

"O mercado (de câmbio) hoje está mais técnico. As bolsas estão passando por um momento de acomodação e o dólar também. A alta de hoje é por ajuste", avaliou Luis Piason, gerente de operações de câmbio da Corretora Concórdia.

Apesar da alta, o Banco Central realizou o terceiro leilão de compra de dólares no mercado à vista em menos de uma semana.

"Faz parte da estratégia. Acho que ele (BC) não tem que dar a certeza que o mercado quer. Ele está recopondo as reservas, aproveitando o bom momento", acrescentou Piason, citando que "os leilão do BC sinalizam para o mercado que as cotações caíram demais".

Outro fator que contribuiu para a alta, segundo Rodrigo Nassar, gerente da mesa financeira da Hencorp Commcor Corretora, foi o fraco fluxo de entrada de dólares no país nesta terça-feira.

No âmbito externo, o dólar recuava 0,6 por cento frente uma cesta com as principais moedas mundiais no fim da tarde.

Já o mercado acionário mostrava fraqueza das bolsas de valores norte-americanas e da Bovespa, que caía 1,5 por cento.

De acordo com os últimos dados disponibilizados pela BM&F, o volume de dólar negociado no segmento à vista era de cerca de 1,1 bilhão de dólares.

(Reportagem de José de Castro)

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.