Dólar tem menor valor em 7 meses

Fluxo cambial expressivo e queda da moeda americana lá fora ampararam recuo da cotação à vista a R$ 2,035

Silvana Rocha, Claudia Violante e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

20 de maio de 2009 | 00h00

Um expressivo fluxo cambial positivo e a continuidade da queda da moeda norte-americana no exterior ampararam, ontem, novo recuo do dólar no mercado doméstico. O Banco Central comprou cerca de US$ 200 milhões no mercado à vista, mas não conteve a baixa. O dólar no balcão declinou 1,97%, para R$ 2,035, menor valor desde 2/10/08, com aumento de 67% no giro financeiro, para US$ 4,546 bilhões. Há perspectiva de novos ingressos de recursos pelos segmentos comercial e financeiro, neste caso, direcionados principalmente à Bovespa, além do mercado de renda fixa. A criação da Brasil Foods, fruto da união de Sadia e Perdigão, também alimenta previsão de entradas de recursos através da emissão de R$ 4 bilhões em ações, prevista para julho. Esta operação já havia sido precificada pelos investidores na Bolsa, por isso, o anúncio foi recebido com vendas dos papéis das duas companhias. O Ibovespa terminou com leve baixa de 0,23%, aos 51.346,61 pontos, pressionado pelaperda de força dos índices acionários em Wall Street no fim da tarde. No mercado de juros, a taxa para janeiro de 2010 caiu a 9,29% e a de janeiro de 2012 subiu a 10,59%.FRASEDarwin DibEconomista do Itaú-Unibanco ao AE Brodcast ao Vivo"Atuação do BC no câmbio é ineficaz para alterar a tendência da taxa. O que o BC pode fazer é tentar reduzir o ritmo de apreciação do real, mas até isso é discutível"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.