Dólar volta a cair pelo 3º dia seguido e fecha a R$ 1,80

O dólar caiu pelo terceiro dia seguido ontem, voltando a ficar abaixo de R$ 1,80 em meio à onda de otimismo no mercado externo com medidas que possam amenizar a crise da dívida na Europa.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2011 | 03h05

A moeda americana recuou 0,93%, a R$ 1,805 para venda. Em três dias, acumula baixa de 5%, mas ainda registra valorização de quase 14% em setembro, quando chegou a R$ 1,95.

O clima no mercado internacional era de confiança e investimento em ativos de risco. As bolsas de valores subiam mais de 1% nos Estados Unidos, as commodities avançavam 2,73% e o dólar perdia espaço ante moedas emergentes e de países desenvolvidos.

O motivo para o melhor humor dos investidores é a possibilidade de medidas que evitem um calote da dívida soberana da Grécia, como a aprovação da próxima parcela da ajuda externa ao país e o reforço e a reestruturação do fundo europeu de resgate.

A taxa Ptax, calculada pelo Banco Central e usada como referência para os ajustes de contratos futuros e outros derivativos de câmbio, fechou a R$ 1,8008 para venda, em baixa de 2,37% ante segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.