Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Dólar volta a começar dia em alta com cenário externo ruim

O dólar voltou a abrir em alta, em mais um dia negativo no mercado internacional. Às 9h38, pouco após a abertura, subia 0,31%, cotado a R$ 2,926. Às 10h02, subia 0,24%, a R$ 2,924. Dando continuidade ao cenário observado ontem à tarde, a manhã já começou hoje com praticamente todos os indicadores internacionais em sentido negativo. O juro da T-Note americana de 10 anos volta a subir para acima de 4,40%, enquanto os investidores fazem a contagem regressiva para a reunião do Federal Reserve, o banco central americano, da próxima terça-feira. O juro do Fed ainda não deve subir nesta reunião, mas o mercado dá seguidas demonstrações de que, embora já esteja precificando uma futura alta, ainda não se ajustou plenamente ao fim da fase de juros negativos na maior economia do Planeta. E, com a perspectiva de juros maiores, diminui o apetite dos investidores pelo risco, o que leva pressão de baixa aos títulos de dívida de países emergentes como o Brasil. O risco Brasil, que reflete os preços dos títulos de dívida brasileiros, estava em 647 pontos base pouco antes das 10 horas (de Brasília), depois de ter passado dos 660 pontos na máxima da manhã.O quadro externo negativo é completado pelas bolsas em baixa, diante de resultados ruins de empresas nos EUA. Não tem a ver diretamente com câmbio, mas ajuda a piorar a aversão ao risco. Veja a cotação do dólar.

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 10h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.