Dona da Claro fecha acordo para trazer iPhone ao Brasil

A mexicana América Móvil, dona da Claro, anunciou um acordo com a Apple para lançar o iPhone na América Latina, incluindo o Brasil, ainda este ano. O telefone celular ainda não é comercializado oficialmente no País, apesar de ser vendido até em lojas da Rua Santa Ifigênia, no centro de São Paulo. As duas empresas não divulgaram a data de lançamento ou o preço no Brasil.?Estamos muito animados em lançar o iPhone na América Latina ainda este ano?, disse Jennifer Bowcock, porta-voz da Apple, por telefone, sem acrescentar mais detalhes sobre o anúncio. Para o analista Júlio Puschel, da consultoria The Yankee Group, o aparelho pode oferecer uma vantagem competitiva grande no Brasil. ?Principalmente se vier com um custo mais acessível do que pelas vias não-oficiais?, acrescentou. Isso pode acontecer por causa da política agressiva de subsídios para os clientes de celulares pós-pagos.Um iPhone com memória de 8 gigabytes pode custar hoje, sem a distribuição oficial, R$ 1,7 mil no Brasil. Nos Estados Unidos, sai por US$ 300 (R$ 510). Havia especulação de que a Telefónica, que tem metade da Vivo, traria o iPhone para o País. No Reino Unido, o aparelho foi lançado pela O2, que pertence à operadora espanhola. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.