Reuters
Reuters

Dona da Off eleva produção de repelente no Brasil

Aumento de 200% na fabricação mira na alta demanda após surto de dengue e zika

Cátia Luz, O Estado de S. Paulo

29 Fevereiro 2016 | 10h16

A americana SC Johnson, que produz o repelente Off, informou que está elevando a capacidade de produção de sua fábrica de Manaus em 200% para atender à forte procura por repelentes no País, por conta do surto de dengue e zika.

A fábrica de Manaus passou a trabalhar 24 horas, informou a companhia, por meio de sua assessoria. Para dar conta da demanda, a empresa, dona das marcas Raid e Baygon, também ampliou a importação do produto de sua unidade na Argentina.

Pesquisa feita antes do surto de zika pelo Instituto Kantar Worldpanel, a pedido da SC Johnson, mostra que apenas 6,4% dos brasileiros têm o hábito de usar repelentes pelo menos uma vez ao ano. Na Argentina, por exemplo, o uso é 25,7%.

(COLABORARAM CLEIDE SILVA, FERNANDA NUNES, MARIANA GAZONNI, MÔNICA SCARAMUZZO E RODRIGO CAVALHEIRO)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.