Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Dona da Parmalat faz recall de leite em pó em 83 países por casos de salmonela

Lactalis, empresa francesa que no Brasil é dona da Batavo, Parmalat e Elegê, exporta alimentos para bebês por toda a Europa, África e Ásia; Ministério da Agricultura brasileiro não foi notificado

O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2018 | 15h57

A francesa Lactalis elevou o número de países onde fará recall de produtos lácteos para bebês diante do risco de contaminação por salmonela. Serão recolhidos produtos em 83 países. Antes, o recall atingia 30 mercados. Procurado pelo Estadão/Broadcast, o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luiz Eduardo Rangel, disse que, até o momento, o Brasil não recebeu notificação oficial a respeito de eventuais problemas com produtos da companhia. 

No País, ela é dona de marcas como Parmalat, Batavo, Elegê. 

+Grupo francês Lactalis compra 100% da mineira Itambé

O presidente da Lactalis, Emmanuel Besnier, disse ao Le Journal du Dimanche que 12 milhões de caixas de produtos serão recolhidas, de lotes fabricados em Craon, na França, onde a salmonela foi detectada em dezembro. Até agora, 35 bebês foram diagnosticados com salmonela na França e dois na Espanha.

No Brasil, Lactalis vem tentando adquirir a Itambé desde o ano passado, mas o caso segue na Justiça. O imbróglio teve início em agosto, quando a J&F, dos irmãos Batista, anunciou a venda da Vigor, que detém 50% de participação na Itambé, para a mexicana Lala. Na época, a cooperativa CCPR, dona dos outros 50% quis exercer o direito de preferência e comprou a fatia da Vigor, ficando com a Itambé. Mas, em seguida, anunciou a venda da marca à Lactalis. Uma ação cancelou a venda e o processo corre na Justiça. / FABRÍCIO DE CASTRO COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.