Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Dono da extinta fábrica Gurgel será sepultado neste sábado

João Augusto Gurgel, de 83 anos, sofria de Mal de Alzheimer e não resistiu à doença na sexta-feira, 30

Daniela do Canto, do estadao.com.br,

31 de janeiro de 2009 | 12h08

João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, dono da extinta fábrica de carros Gurgel, será sepultado às 14 horas deste sábado, 31, no Cemitério do Morumby, no Morumbi, zona oeste de São Paulo. Gurgel tinha 83 anos e sofria de Mal de Alzheimer. Internado no hospital São Luiz, também na zona oeste, ele não resistiu à doença e morreu na sexta-feira, 30. Gurgel formou-se na Escola Politécnica de São Paulo em 1949 e no General Motors Institute, nos Estados Unidos, em 1953. Com a proposta de produzir veículos genuinamente brasileiros, ele fundou a fábrica que levava o seu nome em 1º de setembro de 1969 em Rio Claro, no interior do estado.  Atolada em dívidas e enfraquecida pela concorrência das multinacionais, a Gurgel pediu concordata em junho de 1993. Uma última tentativa de salvar a montadora foi no ano seguinte, quando a Gurgel pediu ao governo federal um financiamento de US$ 20 milhões, que foi negado. A fábrica fechou as suas portas no final de 1994, depois de 25 anos de atividades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.