Dono da Petroforte é preso fazendo exames médicos

O dono da empresa distribuidora de combustíveis Petroforte, o empresário Ari Natalino da Silva, de 43 anos, foi preso hoje em São Paulo por agentes da Delegacia de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal. Ele é acusado de lavagem de dinheiro e remessa ilegal para o exterior. O pedido de prisão foi feito pelo juiz Ali Mazlon, da 7ª Vara Criminal Federal. O empresário foi preso quando fazia exames médicos no Hospital Israelita Albert Einstein, na zona Sul de São Paulo. De acordo com o delegado Gilberto Tadeu, da Polícia Federal de São Paulo, depois de divulgar os resultados dos testes é que a polícia deverá anunciar para onde levará o empresário, informou a Rádio CBN.A Petroforte é uma das dez maiores empresas distribuidoras de combustíveis do País. Criada em 1993, a empresa tem 230 postos de gasolina, uma usina de álcool e uma distribuidora de gás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.