Dono da Wizard compra a rede Bit Company

Em oito meses, essa é a quarta aquisição do grupo Multi, que já controla marcas como Skill e Microlins

Naiana Oscar, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2010 | 00h00

O grupo Multi, dono das marcas Wizard, de ensino de idiomas, e Microlins, de ensino profissionalizante e informática, anunciou ontem sua quarta aquisição do ano e a segunda do mês agosto. A empresa comprou a Bit Company, rede concorrente da Microlins, com faturamento de R$ 50 milhões. O negócio consolida o grupo como o maior franqueador do País em número de unidades, à frente de O Boticário.

O valor da operação não foi divulgado, mas o presidente do Conselho de Administração, Charles Martins, diz que só esse ano a empresa investiu "quase" R$ 200 milhões na consolidação dos dois segmentos - mais da metade é de recursos próprios e o restante vem empréstimos com bancos. "Ainda temos caixa e crédito para fazer novas compras", garante. O apetite da holding em ganhar mercado tem relação direta com o plano de abrir capital nos próximos três anos.

Em janeiro, os fundadores da Wizard compraram a SOS Educação Profissional e, em junho, a Microlins, líder em cursos profissionalizantes. Com a marca People, que controla desde 2008, o grupo passa a ter 1,4 mil unidades voltadas para o ensino de informática e de cursos rápidos.

Só a Bit Company atende mais de 100 mil alunos no País e oferece cerca de 60 cursos de qualificação profissional. Para facilitar a transição com os franqueados, a dona, Cristina Franco, ficará na empresa como diretora executiva, com uma participação minoritária. Inicialmente, o grupo pretende manter as marcas de forma independente até que consiga entrar num consenso com os franqueados. "A unificação é muito mais vantajosa mas isso depende do interesse dos parceiros."

Futuro. Depois das aquisições em série, o ritmo de consolidação deve diminuir ou até estagnar nesse segmento, segundo Martins. Além da Microcamp, que tem uma rede de 150 escolas, não haveria mais alvos interessantes no mercado de ensino profissionalizante. "Já tentamos conversar, mas o dono da Microcamp diz que não vende a empresa por dinheiro nenhum desse mundo."

No ensino de idiomas, restam algumas redes regionais. No início do mês, o grupo fundado em Curitiba comprou a Quatrum, uma rede de 20 unidades do Rio Grande Sul. Com Wizard, Skill e Alps são 1,7 escolas. "Aqui ainda temos algumas empresas pequenas com quem estamos em negociação."

O próximo passo, segundo Charles Martins - filho de Carlos, o fundador - é entrar na consolidação de sistemas de ensino, que também está borbulhando. Só nos últimos dois meses, a britânica Pearson comprou o SEB e o Grupo Abril adquiriu o Anglo. "Se formos diversificar nosso negócio vamos caminhar para os sistemas de ensino." O diretor executivo da Associação Brasileira de Franchising, Ricardo Camargo, diz que essa sequência de compras e o plano de abertura de capital colocam o grupo Multi como o mais agressivo do mercado de franquias.

Consolidação

CHARLES MARTINS

PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO GRUPO MULTI

"Com mais essa aquisição, nos fortalecemos como líderes de dois setores que devem crescer na ordem de 20% nos próximos anos, com Copa, Olimpíada e consumo da classe C"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.