Donos da Zoomp tentam comprar mais seis grifes

O objetivo do grupo de gestão de marcas I'M - cuja criação foi anunciada ontem pelos investidores do grupo HLDC e pela Zoomp após a aquisição de quatro outras grifes - é chegar a um faturamento na casa dos R$ 900 milhões para então realizar uma abertura de capital."Devemos fazer isso quando chegarmos a 12 ou 13 marcas", explica o presidente da Zoomp e do I'M, Vicente Mello. "Mais do que isso torna a administração muito complexa." Atualmente, o grupo engloba seis marcas: Zoomp, Zapping, Herchcovitch; Alexandre, Fause Haten, Clube Chocolate e Cúmplice - as quatro últimas adquiridas ontem, após oito meses de negociação. O faturamento do grupo está estimado em R$ 300 milhões, dos quais metade vem da Zoomp.Segundo Mello, a idéia do I'M é gerir um grupo de marcas que componham um guarda-roupas completo. Além das marcas já adquiridas, ele cita que há alguns estilos que o grupo estuda para possíveis aquisições. "Procuramos uma grife mais esportiva, uma casual, mais marcas autorais e uma grife de acessórios, com bolsas e sapatos." Ele não confirma negociações com nenhuma grife, apesar de haver rumores de que os próximos alvos sejam a Crawford e a Siberian, do grupo Valdac.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.