Ernesto Rodrigues/Estadão - 10/1/2019
Ernesto Rodrigues/Estadão - 10/1/2019

Doria e União se comprometem com Ferroanel

Investimento será de R$ 3,5 bilhões, por meio de uma outorga no âmbito federal; obras devem durar 48 meses

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

30 Janeiro 2019 | 04h00

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, assinaram na noite de terça-feira, 29, um protocolo de intenções para início das obras do Ferroanel norte do Estado, que será concedido à empresa de logística MRS por 30 anos.

Segundo Freitas, o investimento da MRS será de R$ 3,5 bilhões, por meio de uma outorga no âmbito federal. “É o uso da criatividade. Vamos usar recursos privados, vamos utilizar outorga, para viabilizar empreendimento de infraestrutura”, disse Freitas.

De acordo com Doria, as obras devem durar 48 meses. A data de início, segundo ele, será divulgada ainda no primeiro trimestre: “Mas tanto o governo federal quanto o governo estadual esperam que as obras possam começar já este ano.”

Mais cedo, Doria, defendeu em apresentação hoje para investidores a necessidade de privatização das diversas estatais paulistas. Nas rodovias, destacou que 18 das 20 melhores estradas do Brasil estão no Estado de São Paulo justamente porque foram passadas para a iniciativa privada.

“Todas as rodovias que não foram concedidas ao setor privado, serão”, disse ele em evento do Credit Suisse, falando também da intenção de renovar as concessões das estradas já privatizadas /COLABOROU ALTAMIRO SILVA JUNIOR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.