Draghi diz que ações de governos devem se seguir a medidas do BCE

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fez nesta terça-feira uma vigorosa defesa dos planos de compra de títulos do banco e afirmou que agora cabe aos governos complementar essas medidas com ações decisivas de política.

Reuters

25 de setembro de 2012 | 11h19

"A atual melhora no sentimento não significa que tudo está resolvido", disse Draghi em conferência da Federação das Indústrias da Alemanha (BDI) em Berlim.

"A ação do BCE só pode ser uma ponte para o futuro. O projeto tem que ser complementado através de ações decisivas de governos tanto na esfera individual quanto coletiva."

Draghi disse que o plano de compra de títulos do BCE estava sustentando a melhora do sentimento nos mercados financeiros e que espera que a economia da zona do euro retorne ao crescimento no ano que vem.

(Reportagem de Noah Barkin e Sarah Marsh)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODRAGHI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.