Draghi diz que BCE está pronto para usar mais ferramentas não convencionais

O Banco Central Europeu (BCE) está pronto para usar ferramentas não convencionais adicionais para impulsionar a inflação e o crescimento na zona do euro, disse nesta segunda-feira o presidente do BCE, Mario Draghi.

REUTERS

22 de setembro de 2014 | 11h05

Falando ao comitê de assuntos econômicos e monetários do Parlamento europeu, Draghi afirmou que o conselho do banco central da zona do euro "continua determinado a conter os riscos ao cenário de inflação no médio prazo".

"Portanto, estamos prontos para usar instrumentos não convencionais adicionais dentro de nosso mandato, e alterar o tamanho e/ou a composição de nossas intervenções não convencionais, caso se torne necessário combater ainda mais os riscos de um período muito prolongado de inflação baixa", disse Draghi.

Uma demanda menor que a esperada na semana passada pela primeira rodada da oferta do BCE de novos empréstimos de longo prazo a bancos, parte de um programa de estímulos que visa aumentar os empréstimos a empresas dentro do bloco, alimentou expectativas de que o BCE eventualmente terá que realizar compras de ativos com dinheiro novo, ou "quantitative easing".

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODRAGHINAOCONVENCIONAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.