Draghi diz que cúpula da UE entregou resultados 'tangíveis'

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, disse nesta sexta-feira que estava satisfeito com as ações tomadas na cúpula dos líderes da União Europeia (UE), incluindo a decisão de permitir a recapitalização direta dos bancos, mas acrescentou que ajudas futuras devem ser amarradas a condições exigentes.

Reuters

29 de junho de 2012 | 09h18

"Eu estou muito satisfeito com o resultado do Conselho Europeu. O encontro mostrou um compromisso de longo prazo com o euro de todos os Estados-membros da zona do euro", disse Draghi a repórteres.

"A cúpula também atingiu resultados tangíveis no curto prazo. A renúncia de credor preferencial do ESM (Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira, o fundo de resgate permanente da zona do euro) para a Espanha é um desses resultados", disse ele.

"A possibilidade futura de usar o ESM para recapitalização direta dos bancos, que foi algo que o BCE defendeu por algum tempo, também é um bom resultado. E nós temos que manter em mente que todas essas coisas, para serem confiáveis, devem ser acompanhadas por condições exigentes. Isso é essencial."

(Reportagem de Noah Barkin, Julien Toyer e Luke Baker)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCUPULADRAGHI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.