Ralph Orlowski/Reuters
Ralph Orlowski/Reuters

Draghi, do BCE, diz que está pronto para adotar medidas de estímulo

Em carta, o presidente da autoridade monetária afirmou que estímulos podem incluir compra de títulos do governo

Reuters

08 de janeiro de 2015 | 13h48

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) está pronto para adotar medidas não convencionais se necessário e que poderiam incluir compra de títulos do governo, afirmou nesta quinta-feira o presidente do banco, Mario Draghi, em carta a um parlamentar da União Europeia.

Na carta a Luke Ming Flanagan, Draghi afirmou que o Conselho vai monitorar de perto "os riscos ao cenário de preços no médio prazo".

"Ficará particularmente vigilante em relação ao impacto mais amplo dos recentes preços do petróleo nas tendências de inflação de médio prazo na zona do euro", disse ele.

"Se tornar-se necessário lidar mais com os riscos de um período muito prolongado de inflação baixa, o Conselho é unânime em seu compromisso de usar instrumentos não convencionais adicionais dentro de seu mandato", disse ele.

Draghi acrescentou que isso "pode incluir a compra de uma variedade de ativos sendo que um deles pode ser títulos soberanos".

Tudo o que sabemos sobre:
Mario Draghibanco central europeu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.