Draghi elogia avanços em Portugal e Grécia

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, disse nesta quinta-feira que Portugal está em "boas mãos" após a nomeação da nova ministra de Finanças do país.

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

04 de julho de 2013 | 13h56

Segundo Draghi, que falou durante sua coletiva de imprensa mensal em Frankfurt, Portugal alcançou "resultados muito admiráveis" e o ex-ministro Vítor Gaspar, que renunciou na segunda-feira, merece crédito por isso.

Draghi disse também estar confiante com a nomeação de Maria Luis Albuquerque como sucessora de Gaspar no Ministério de Finanças português.

O presidente do BCE preferiu não comentar sobre a turbulência política de Portugal ou se o país pode eventualmente usar o programa de compras de bônus do BCE, conhecido como Operações Monetárias Completas (OMT, na sigla em inglês).

Em relação à Grécia, Draghi disse que não seria adequado fazer comentários porque está em andamento uma revisão do programa de ajuda do país pela troica de credores internacionais. Ele afirmou, no entanto, que a Grécia atingiu um "progresso significativo" em comparação "à situação de dois, três ou quatro anos atrás".

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroDraghiPortugalGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.