finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Dresdner recomenda compra de Unibanco

O Unibanco é a única instituição financeira brasileira a receber recomendação de compra de suas ações pelo Dresdner Kleinwort Wasserstein Bank. Os analistas do banco, Stephen Dreskin e Breogán Vázquez Gil acompanharam o desempenho de 12 bancos da América Latina e chegaram à conclusão de que os papéis do Unibanco oferecem um potencial de valorização de cerca de 40%. Segundo Dreskin e Gil, mesmo admitindo que ele é menos lucrativo do que seus concorrentes Bradesco e Itaú, a diferença de valor das ações entre essas instituições é bastante significativa. Eles acreditam que as ações do Unibanco devem passar a valer no mercado 2 vezes o seu valor patrimonial projetado para 2001. Essa perspectiva é a origem da projeção de valorização utilizada pelos analistas. Os papéis de Bradesco e Itaú receberam a recomendação de manutenção, junto com seis outros bancos da América Latina. Sobre o Bradesco, Dreskin e Gil destacam que a instituição mostra o crescimento mais rápido, comparado com outros concorrentes do País. No entanto, alertam que no futuro a estratégia de concentrar as atividades no varejo pode resultar em uma deterioração da qualidade dos ativos e aumento de provisões. Isso, segundo os analistas, prejudicaria os ganhos da instituição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.