Duas siderúrgicas vencem caso de antidumping nos EUA

Duas siderúrgicas chinesas tiveram êxito este mês na defesa de seus casos de antidumping nos EUA, abrindo caminho para que outras empresas do setor contestem as alegações de dumping, disse um advogado em Xangai. Em casos separados, o Departamento do Comércio dos EUA decidiu que a Maanshan Iron & Steel Co. e a Wei Fang Steel Pipe Co. não exportaram aço para os EUA a preços abaixo do custo de produção. A China tem sido alvo de alegações de dumping, em particular nos EUA e na Europa.Aproximadamente 450 investigações antidumping envolvendo as empresas chinesas estão em andamento ao redor do mundo, incluindo 175 investigações nos EUA, de acordo com dados oficiais. O advogado Patrick Nortor da O´Melveny and Myers, que representou as duas siderúrgicas chinesas, disse que no geral, as companhias chinesas fracassam na sua defesa contra essas reclamações devido à despesa legal ou à expectativa de que uma decisão será dada com bases políticas.Contudo, a entrada da China na Organização Mundial do Comércio (OMC), começou a mudar essa percepção, disse Norton. Autoridades tais como o ministério do Comércio Exterior estão encorajando as empresas a se defenderem e até mesmo tomarem uma medida contra as importações na China, fazendo uso dos procedimentos locais de antidumping, disse ele. Norton espera que essas vitórias recentes fortaleçam a confiança das empresas chinesas em se protegerem nos mercados externos quando acusadas de vender abaixo dos custos de produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.