Duhalde aceita pedido de desculpas de Lula

O presidente da Argentina, Eduardo Duhalde, aceitou hoje as desculpas do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, pela frase "Brasil não é uma republiqueta, não é uma Argentina". "Aceitamos a declaração feita pelo porta-voz de Lula. O importante é que não devemos dar relevância a estas declarações", disse Duhalde. "O que devemos dar importância é a relação da Argentina e Brasil e o destino comum de nossos povos".Faltando apenas algumas horas para sua viagem ao Brasil, Duhalde salientou: "Argentina e Brasil constituem a primeira potência exportadora de alimentos do mundo. Nossos povos têm um futuro inimaginável e nada pode embaçar o destino comum. Ambos os países têm até problemas comuns para os quais necessitamos de estratégias comuns". Duhalde lembrou que as dívidas interna e externa dos dois países "são casos similares que afetam ambas as nações. Mas o mais importante de tudo isso é que o Mercosul está destinado a ser uma primeira potência".Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.