Duhalde diz que doará seu salário aos pobres

O presidente da Argentina, EduardoDuhalde, disse que doará todo o seu salário a um fundo especialde ajuda aos mais necessitados. O anúncio foi feito depois que omandatário aumentou o próprio salário em 15%, mediante umdecreto, num momento em que a economia do país passa por um deseus piores momentos. "Tinha pensado em doar meu salário a um fundo especial paracriar novos planos sociais", afirmou Duhalde ontem à noite nacidade de Tucumán.A decisão de Duhalde de reajustar o próprio salário, quepassou de 2.550 pesos para 3.000 pesos, foi criticada pordiversos setores, já que contradiz sua afirmação de que oTesouro não dispõe de fundos para pagar integralmente ossalários do funcionalismo público. Duhalde não disse qual seria sua fonte de renda no futuro. Há dois meses, ele foi obrigado a fechar uma imobiliária de sua propriedade por causa da crise econômica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.