Duhalde explica hoje resgate de moedas paralelas

O presidente argentino, Eduardo Duhalde, anunciará hoje os detalhes do resgate das moedas paralelas, chamadas de "casi-monedas" (quase-moedas), que são os títulos das províncias utilizados em todo o país para o pagamento de salários do funcionalismo público, de provedores e no comércio em geral. Segundo o governo, existe um estoque de 3,9 bilhões de pesos em bônus circulando em dez províncias. Os únicos que receberão pesos pelo valor nominal dos títulos serão os empregados públicos, enquanto que para o resto dos possuidores destes títulos, inclusive as empresas privatizadas, a troca será pelo valor de mercado. orém, de acordo com o sub-secretário de Relações com as províncias, Alejandro Arlía, está sendo estudado algum tipo de benefício para os provedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.