seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Duhalde pede ajuda urgente para o Brasil

O presidente Eduardo Duhalde declarou que o Brasil precisa de ajuda. ?Tudo aquilo que possa ser feito para ajudá-lo, deve ser feito", afirmou. Duhlade, durante seu programa semanal de rádio Conversando com o presidente, também destacou o perigo de que uma economia de grandes dimensões como a brasileira e de significativa "importância" para a região entre em crise, já que isso poderia ter "um efeito dominó" sobre a América Latina.Segundo Duhalde, "não é uma boa notícia" para a Argentina que seus sócios comerciais - o Brasil e o Uruguai - estejam em situações "complicadas". Duhalde considera que as duas crises, somada à argentina, poderiam "causar mais problemas para a região".O presidente argentino afirmou que é "muito preocupante" a demora que os organismos financeiros internacionais estão tendo em ajudar os países atingidos. Duhalde lamentou que o FMI não esteja agindo com a mesma velocidade e disposição que teve para atender a Turquia em sua recente crise e o México durante a "crise Tequila".Duhalde disse que não sabia se a crise que está ocorrendo no Brasil e no Uruguai era o resultado do "contágio" argentino. O presidente afirmou que, independentemente das razões, a crise nesses dois países pode atingir a Argentina, "da mesma forma em que nós poderíamos estar atingindo-os agora".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.