coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Duhalde viaja com Lei de Falências aprovada

O presidente Eduardo Duhalde iniciará hoje uma viagem a Madri e Roma com apenas uma das exigências do Fundo Monetário Internacional (FMI) na bagagem: a sanção da nova Lei de Falências e Concordatas. O Senado prometeu a Duhalde votar, hoje, as mudanças da Lei já aprovadas pela Câmara dos Deputados. Já a Lei de Subversão Econômica, por tratar-se de um assunto polêmico, não deverá ser aprovada pelos deputados - a sua revogação foi aprovada pelo Senado, inesperadamente, na semana passada. Os empresários e autoridades européias têm especial interesse nesta lei devido aos investimentos, principalmente, espanhóis no país. O presidente terá de explicar o atraso na votação da matéria ao seu colega José María Aznar, com quem terá uma reunião em Madri, onde também participará da Segunda Cúpula do Mercosul, América Latina e a União Européia. Duhalde também se reunirá com o primeiro ministro italiano , Silvio Berlusconi.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.