Duratex prepara lançamento de ADRs

A Duratex planeja lançar a longo prazo American Depositary Receipts (ADRs) - recibos de ações negociados em Nova Iorque. Segundo o diretor-executivo Plínio do Amaral Pinheiro, as demonstrações contábeis da companhia já foram convertidas para as regras americanas (USGAAP). Ele acredita que o mercado de capitais será a grande forma de financiamento das empresas no País.O executivo destacou que a liquidez - volume de negócios - das ações da Duratex na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) vem crescendo. De janeiro a julho de 99, o volume médio diário com os papéis era de R$ 230 mil. No mesmo período deste ano, subiu para R$ 550 mil. Ele afirma que esse resultado é reflexo da melhora dos números da empresa. No primeiro semestre, o faturamento foi de R$ 445,9 milhões, 18,1% acima de igual período do ano passado. A receita líquida aumentou 16% e o lucro, antes dos resultados financeiros, 41%. A retomada das atividades na construção civil e a maior oferta de crédito foram alguns dos fatores que levaram a empresa a esse resultado.Novos investimentosCom a expansão do mercado, a utilização da capacidade instalada aumentou de 85% para 95% e levou a empresa a programar investimentos para os próximos três anos. Para atender a um esperado crescimento da demanda por produtos derivados de madeira, louças e metais sanitárias nos próximos anos, a empresa planeja investir US$ 270 milhões.A diretoria da empresa planeja aplicar um terço desse total. Outra parcela igual será obtida em instituições de fomento, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O restante, a empresa prepara-se para captar no mercado de capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.